quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Rock Brasileiro - A falta de um cenário coeso

O Rock brasileiro passou por vários momentos,acompanhando de uma forma geral tudo que acontecia no mundo afora.Movimentos,estilos,inovações e tudo mais.Apesar que no Brasil não sei por qual motivo sempre houve a necessidade de se criar uma identidade nacional,mas que na verdade sempre teve a essência dos estrangeiros.

Em toda história do rock vemos um pensamento de cunho revolucionário,de identidade assumida,enfim uma autencidade pura.Na sociedade o rock sempre representou uma forma de provocação,incomodo,sendo uma "pedra no sapato".

Todo esse fervor do rock alcançou também as bandas brasileiras obviamente,principalemente nos anos 80.E hoje,o que vemos? Na verdade não vemos nada a nível pop (expressão cunhada no sentido de ter um nível nacional).O que está aí trabalhando,aparecendo e ganhando dinheiro são as bandas com pouca expressão,sem identidade,enfim um comportamento nada igual com aquele "rock" de expressão e impressão.O cenário está abarrotado de bandas com a mesma cara,com roupas coloridas e tudo mais.

O uso do título "A falta de um cenário coeso" se refere no sentido que a nível nacional e de mídia em si,não vemos as bandas realmente de garagem que fazem um som com atitude,de identidade e com densidade.Onde estão essas bandas? Estão no anonimato,ganhando pouquinho e infelizmente parando,porque não há um cenário realmente coeso,onde se possa viver daquilo.

Fiz esse texto bem resumido,tendo o enfoque na questão do rock nacional no sentido que bandas de garagem não aparecem e no fundo os ouvintes pouco pesquisadores acham que isso é "Rock Nacional".

Por favor, nada de rock colorido!
crítica ao rock brasileiro - rock brasileiro - bandas novas de rock - cenário rock brasil - rock brasil - brasil rock - rock - blog gabriel trindade - música - crítico de música - music - music world

Nenhum comentário:

Postar um comentário